*******

*******
A SAUDADE É A NOSSA ALMA DIZENDO PARA ONDE ELA QUER VOLTAR...

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Divagações musicais com o burro que geme sobre pan-pipes e afins de mau...

13 de Agosto; Metro do Porto.
Música ambiente: Phil Collins - Another day in paradise em versão Panpipes.
Tinha acabado de perder um metro, ía ter de gramar a música até ao fim, para amenizar a minha dor decidi partilhar o momento, via sms, com o amigo Burro que se acautela gemendo. Eis o seu comentário...
Burro que geme: -"Podia ser pior. Podia ser a Celine Dion acompanhada pelas Panpipes a cantar uma música do Phil Collins. E a um canto, ao piano, o Richard Cleiderman; todos vestidos pelo João Rolo; numa encenação do Ricardo Pais e com direcção musical do Filipe La Féria. - "Há coisas tenebrosas, não há?"- dizem, suspensos da teia, e em cânone, vestidos de anjos pós-modernos, a Isabel Silvestre e o João Reis; enquanto pela esquerda baixa, agarrada a sua viola, entra Dina, vestida de forma barroca, musicando poemas de intervenção e da direita alta, barroca também, Adriana Calcanhoto diz poesia concreta. Tudo termina quando, vinda do fosso numa fonte luminosa, surge Mariza cantando Doors em fado!"
Que responder a isto... Pois tens toda a razão e o Júlio Isidro tem um nariz demasiado grande. Factos são factos!

2 comentários:

Sara disse...

HEHE
Espectáculo!

maria disse...

Só mesmo o JP para dar uma resposta brilhante como esta. Lindoooo